João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, dono da extinta fábrica brasileira de carros Gurgel, morreu nesta sexta-feira (30) em São Paulo. João Gurgel, de 82 anos, tinha Alzheimer e foi internado no hospital São Luiz, na capital, onde faleceu. O enterro será neste sábado (31). Fonte: UOL.

Ai você me pergunta: Rogério, porque você está postando sobre isso? – Respondo-lhes: Por que já tive um BR-800 SL (foto). Apesar de ter sido uma dor de cabeça na minha vida (não pela mecânica, já que ele era filho de Tiquim – tiquim de cada um), mas por ele ser de propriedade do meu pai e eu servia de taxi para ele, o “Gugu”, como eu o chamava, me quebrava um galhão e eu era conhecido na cidade inteira por conta dele, já que ele era o único rebaixado, bege escuro e de insul-film G-5 na cidade.

Meu finado Gurgel Br-800. Foto tirada na Prainha de Muquiçaba.

Para aqueles que não conhecem os outros modelos, entre eles um carro elétrico que João testava antes mesmo da Honda, Toyota entre outros, acessem o site: Gurgel 800. você verá todos os modelos que João Gurgel fabricou e, de quebra, manuais do usuário e catálogo de peças completo e suas similares.

Para quem já tem um Gurgel, principalmente os modelos X-12 e Carajás, acessem o Clube Gurgel Guerreiro e saiba como se filiar. Acompanhe o grupo de discussões no Site da Uol. Tem uns comentários bastante interessantes .

Como dizem: “Vai o homem e fica a fama”. Será que, no Brasil, ainda aparecerá um “João Gurgel” novamente? Com peito e cara de pau de usar somente recursos Brasileiros para produzir em série e ainda pensando em economia e não-poluição (o Gugu fazia 17 km/l)?

Só o futuro dirá.

Tags: , , , , , ,